Usamos cookies neste site para melhorar a sua experiência enquanto utilizador.

Ao continuar a navegar no nosso site está a consentir a sua utilização.

Portugal

Linco Spectin Pó Soluvel

 

1. NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO

LINCO-SPECTIN 100 Pó solúvel

2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA

Substância(s) activa(s):

150 g do produto contêm 100 g de actividade antibiótica total correspondentes a:

Lincomicina base (como cloridrato de lincomicina) 33,3 g

Espectinomicina base (como sulfato de espectinomicina) 66,7 g

1,5 kg do produto contêm 1 kg de actividade antibiótica total correspondentes a:

Lincomicina base (como cloridrato de lincomicina) 333 g

Espectinomicina base (como sulfato de espectinomicina) 667 g

3. FORMA FARMACÊUTICA

Pó Solúvel.

4. INFORMAÇÕES CLÍNICAS

4.1 Espécie(s)-alvo

Frangos de carne e frangas em recria (poedeiras e reprodutoras), Perus e Suínos (Porcos).

4.2 Indicações de utilização, especificando as espécies-alvo

Aves:

O medicamento veterinário está indicado em frangos de carne e frangas em recria (poedeiras e reprodutoras) e perus para a prevenção e tratamento da doença respiratória crónica (CRD) causada por

Mycoplasma spp. e CRD complicada associada a infecções por micoplasmas e coliformes susceptíveis à lincomicina e/ou espectinomicina. Nos frangos está também indicado para a melhoria da reposição de peso.

Suínos:

O medicamento veterinário está indicado para o tratamento da enterite bacteriana causada por

E. coli ou Salmonella  spp., disenteria porcina e artrite infecciosa causada por microrganismos sensíveis à lincomicina e/ou espectinomicina.

4.3 Contra-indicações

Não administrar a aves poedeiras cujos ovos se destinem a consumo humano.

Não administrar a ruminantes, equinos ou quaisquer outras espécies que não as indicadas por haver perigo de perturbações gastrointestinais graves.

4.4 Advertências especiais para cada espécie-alvo

Não é autorizada a administração a aves produtoras de ovos para consumo humano.

4.5 Precauções especiais de utilização

Precauções especiais para utilização em animais

Se não se observar qualquer melhoria ao fim de 3 a 5 dias de tratamento, reconsiderar o diagnóstico.

Utilizar sempre água medicada fresca preparada no próprio dia.

Precauções especiais que devem ser tomadas pela pessoa que administra o medicamento aos animais

Evitar o contacto com a pele Em caso de derrame sobre a pele acidental, dirija-se imediatamente a um médico e mostre-lhe o folheto informativo ou o rótulo.

4.6 Reacções adversas (frequência e gravidade)

Os suínos tratados com o medicamento veterinário podem desenvolver, ocasionalmente, diarreia e/ou tumefacção do ânus dentro dos dois primeiros dias do tratamento. Em raras ocasiões, os suínos mostraram vermelhidão da pele e comportamento irritável. Estas manifestações, caso se verifiquem, desaparecem por si só ao fim de 5 a 8 dias, sem necessidade de interromper o tratamento.

4.7 Utilização durante a gestação, a lactação e a postura de ovos

Pode ser administrado durante a gestação e lactação.

4.8 Interacções medicamentosas e outras formas de interacção

Devido à existência de um antagonismo competitivo, a administração de eritromicina durante o tratamento com o medicamento veterinário pode interferir na sua acção e reduzir a sua eficácia terapêutica.

4.9 Posologia e via de administração

Aves

Prevenção da doença respiratória crónica (CRD) e da CRD complicada:

Administrar 150 mg de actividade antibiótica por kg de peso vivo/dia, durante os 3 a 5 primeiros dias de vida e 50 mg de actividade antibiótica por kg de peso vivo/dia, durante 1 ou 2 dias, cerca das 3 semanas de idade ou depois da vacinação.

Adicionar esta quantidade de produto na água que vai ser consumida em 12-24 horas. Fornecer água medicada como única fonte de água de bebida diária até ao seu consumo total e, a seguir, caso necessário, fornecer água não medicada. Cada 150 g de medicamento veterinário permitirá medicar aproximadamente entre 15000 a 19000 aves/dia, durante os primeiros dias e entre 4000 e 5000 aves/dia, às 3 semanas de idade, dependendo do seu peso vivo.

Tratamento da doença respiratória crónica (CRD) e CRD complicada:

Administrar na água de bebida 0,5 g de actividade antibiótica por litro de água. Fornecer água medicada durante 3 dias consecutivos. Iniciar o tratamento aos primeiros sintomas da doença. 150 g de produto permitirão medicar 200 litros de água.

Melhoria da reposição de peso em frangos de carne:

Administrar 50 mg de actividade antibiótica por kg de peso vivo/dia, durante os 5 a 7 primeiros dias de vida. Adicionar esta quantidade de produto na água que vai ser consumida em 12-24 horas. Fornecer água medicada como única fonte de água de bebida diária até ao seu consumo total e a seguir, caso necessário, fornecer água não medicada.

150 g de medicamento veterinário permitirão medicar aproximadamente 20000 a 50000 aves/dia, dependendo do seu peso vivo.

Suínos:

Para o tratamento das doenças indicadas, administrar 63 mg de actividade antibiótica por litro de água de bebida ou adicionar 150 g de medicamento veterinário a 1600 litros de água de bebida. Fornecer água medicada como única fonte de água de bebida durante 4 a 7 dias. A dosagem deverá ser aproximadamente de 10 mg de actividade antibiótica por kg de peso vivo/dia.

Iniciar o tratamento aos primeiros sintomas da doença.

4.10 Sobredosagem (sintomas, procedimentos de emergência, antídotos), (se necessário)

O medicamento veterinário é bem tolerado pelas espécies indicadas. No caso de uma sobredosagem acidental de doses muito elevadas, o medicamento veterinário pode provocar alteração na consistência das fezes e diarreia, efeitos que desaparecem por si mesmos com a interrupção do tratamento.

4.11 Intervalo(s) de segurança

Aves:

Carne e vísceras: 3 dias

Suínos:

Carne e vísceras: 8 dias.

Não é autorizada a administração a aves produtoras de ovos para consumo humano.

5. PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS

Grupo farmacoterapêutico: Antimicrobianos, Código ATCvet: QJ01RA94

5.1 Propriedades farmacodinâmicas

Lincomicina

A lincomicina inibe a síntese proteica das bactérias a nível da subunidade 50 S dos ribossomas. É activa principalmente face aos germes Gram incluindo os produtores de penicilinases e também face a alguns Gram- e micoplasmas. Os valores MIC variam entre 0,1 e 4,0 μg/ml.

Espectinomicina

A espectinomicina é um antibiótico aminociclito que é habitualmente bacteriostático e actua sobre a síntese proteica ao nível da subunidade 30S do ribossoma bacteriano. A espectinomicina é activa contra uma larga variedade de patogénicos aeróbios Gram-, nomeadamente da família das enterobacteriaceae, um espectro que não é coberto pela lincomicina. A espectinomicina tem um efeito sinérgico na presença da lincomicina contra certos patogénios anaeróbios

5.2 Propriedades farmacocinéticas

Lincomicina

A lincomicina é rapidamente absorvida por via digestiva embora de forma incompleta (20-40%) e é negativamente influenciada pelos alimentos. A concentração sanguínea oscila entre 1 e 5 μg/ml por via oral e entre as 2 e 10 μg/ml por via parenteral.

A concentração máxima atinge-se às 2 horas e possui uma vida plasmática média de 4 a 5 horas. A fixação às proteínas é de 70 a 75%. Difunde bem através dos tecidos e apresenta uma afinidade especial para o tecido ósseo. É metabolizada no fígado e segue um ciclo enterohepático. É eliminada pela bílis, fezes, urina e leite.

Espectinomicina

Após a administração oral absorve-se pouco a partir do tracto gastrintestinal e alcança a concentração máxima plasmática ao fim de 1 hora. Penetra pouco nos tecidos e a sua distribuição é essencialmente extracelular. A transformação metabólica é muito limitada. Elimina-se por filtração glomerular e aproximadamente 80% podem ser recuperados, de forma inalterada, na urina durante as primeiras 24-48 horas.

6. INFORMAÇÕES FARMACÊUTICAS

6.1 Incompatibilidades

Parece haver um certo antagonismo medicamentoso entre a lincomicina e a eritromicina pelo que se recomenda não aplicar em simultâneo os dois antibióticos.

6.2 Prazo de validade

5 anos.

6.3 Precauções especiais de conservação

Conservar a temperatura inferior a 30ºC.

Conservar em local seco.

6.4 Natureza e composição do acondicionamento primário

Embalagem de 150 g

Frasco: HDPE

Fecho: LDPE

Embalagem de 1,5 kg

Recipiente: Polipropileno

Fecho: Tampa em polipropileno

Revestimento interior: Saco em polietileno

6.5 Precauções especiais para a eliminação de medicamentos veterinários não utilizados ou de desperdícios derivados da utilização desses medicamentos

O medicamento veterinário não utilizado ou os seus desperdícios devem ser eliminados de acordo com os requisitos nacionais.

7. TITULAR DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO

Laboratórios Pfizer, Lda.

Lagoas Park – Edifício 10

2740-271 Porto Salvo

8. NÚMERO(S) DE REGISTO DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO

50792P

Contacto

Lagoas Park
Edificio 10
2740-271, Porto Salvo
Tel: 21 0427200