Usamos cookies neste site para melhorar a sua experiência enquanto utilizador.

Ao continuar a navegar no nosso site está a consentir a sua utilização.

Portugal

Arterite

 

Resumo

A arterite geralmente é provocada por uma osteoarterite, uma doença dolorosa, de progressão lenta que envolve a destruição da cartilagem articular. A osteoarterite é a principal causa de claudicação em cães, afectando 1 em cada 5. Apesar de não existir um tratamento eficaz para a doença, podem ser tomadas medidas para controlar a dor e proporcionar qualidade de vida aos cães.

Causas

Arterite é uma inflamação de uma articulação. Pode ter várias etiologias, mas a principal causa é a osteoarterite. A osteoarterite desenvolve-se nas articulações devido a problemas congénitos (displasia da anca) ou adquiridos (uma lesão traumática) da articulação que provoca alteração das forças exercidas na cartilagem, começando um ciclo vicioso de destruição. A cartilagem articular sofre uma destruição progressiva, formando-se tecido ósseo à volta da mesma. Esta situação é dolorosa e o cão começa a claudicar tornando-se relutante ao exercício físico.

Sintomas

A osteoarterite pode afectar uma ou mais articulações, podendo levar a dor, rigidez, inflamação das articulações, claudicação e mobilidade reduzida, resultando numa qualidade de vida inferior e impedindo os cães de fazerem o seu dia-a-dia normal (andar, correr, nadar).

É comum os donos fazerem uma interpretação errada dos sintomas, achando que se devem à idade avançada do animal.

É importante observar atentamente os sinais de arterite:

  1. Diminuição da actividade
  2. Relutância em andar, correr, subir escadas, saltar ou brincar
  3. Rigidez
  4. Claudicação
  5. Dificuldade em se levantarem de uma posição de descanso
  6. Ficar para trás nas caminhadas
  7. Dor ao toque
  8. Latir ou ganir de dor
  9. Agressividade
  10. Alterações de personalidade

Tratamento

Apesar de não existir tratamento para a arterite, pode-se controlar a dor e melhorar a qualidade de vida. Cumprindo alguns passos, o animal pode ter muitos anos pela frente.

  • Aliviar a carga exercida nas articulações. Uma redução do peso do animal pode diminuir significativamente a carga exercida nas articulações. O médico veterinário poderá ajudar a controlar o peso do animal.
  • Manter o exercício. Controlar o exercício pode ajudar a fortalecer os músculos e articulações. O médico veterinário poderá ajudar a estabelecer uma rotina adequada.
  • Medicação segura e eficaz para aliviar a dor. Anti-inflamatórios, condroprotectores. Com os avanços na medicação para controlar a dor, não há motivo para o animal andar desconfortável e com dor.
  • Cumprir o programa estabelecido. A arterite é uma doença crónica que requer tratamento contínuo. Apesar de se verificarem melhorias no animal devido à medicação, é importante seguir o protocolo de tratamento para manter a qualidade de vida do animal.

Produto(s) em destaque

Rimadyl, Trocoxil, Lyproflex

Contacto

Lagoas Park
Edificio 10
2740-271, Porto Salvo
Tel: 21 0427200